24 de fev de 2009

Artefato Tormenta Alpha: A Flauta de Crand


Ok, Ok. Não é o dia de postar sobre material 3D&T Alpha, mas como não resisto à um artefato de boa história, trouxe mais um lá do fundo do baú para aqueles que ainda não conhecem um dos maiores artefatos de Arton. Com vocês, A Flauta de Crand.

História


Crand foi um bardo apaixonado, mas sem coragem para se aproximar de seu grande amor. Dia após dia ele vivia o dilema de não conseguir declarar sua paixão. com medo de ser rejeitado. Então, depois de muito refletir, Crand resolveu escrever uma carta à donzela, revelando seus sentimentos por ela. Um mês se passou sem que ele recebesse uma resposta. Triste e desiludido, Crand procurou a mulher pela cidade, mas não encontrou-a em parte alguma. Nem no mercado onde costumava comprar frutas, nem no bosque onde colhia flores pelas manhãs. Passou então a observar sua casa e só então descobriu: sua amada havia falecido, vítima de alguma doença misteriosa.
Arrasado, Crand encontrou na magia a única maneira de trazer seu amor de volta. Incapaz de realizar a magia por si próprio, recorreu a um clérigo. Crand pediu ao sacerdote para encontrar sua flauta de modo que, com sua música, ele pudesse ressuscitar a mulher que amava. O Clérigo, entretanto, negou o desejo de Crand. Seu deus não permitia o uso da ressurreição, e seu conhecimento não deveria ser passado de forma irresponsável. Então o bardo partiu, fingindo entender as razões do homem mas, na verdade, tiha um plano deseperado em mente...
Crand raptou a filha do clérigo, usando-a como forma de chantagem. Sem ação, temendo pelo que pudesse acontecer com a menina, o sacerdote resolveu cumprir os desígneos do alucinate bardo. Meses depois, a peça que seria como a Flauta de Crand estava pronta. Como prometido, o bardo libertou a filha do clérigoe partiu de volta para sua terra natal. A música mágica da flauta trouxe dos mortos a mulher que ele tanto amava,como se nada tivesse acontecido.

Regras de Jogo

A Flauta de Crand é capaz de devolver a vida qualquer humano ou semi-humano, não importando as condições do cadáver ou o tempo decorrido após a morte. Caso o instrumento tenha sido utilizado com sucesso (veja as regras para cada sistema), quaisquer humanóides mortos a até 3m do músico à vida em 1d minutos, com seus Pontos de Vida totais. A flauta é então magicamente transportadaao acaso para algum outro lugar do mundo.
Infelizmente, como vingança contra o bardo, o clérigo deixou na flauta uma maldição. Desde o instante da ressurreição, qualquer criatura devolvida à vida pela flautacomeça a sofrer mudanças de personalidade. Após 1d6 dias, uma metamorfose transforma a vítima em uma criatura monstruosa e incontrolável. Apenas a destruição da flauta pode devolver a vítima ao normal, não existe outra forma conhecida de reverter o processo.
Apenas personagens com a perícia Arte (ou uma Especialização em Instrumentos Musicais) podem usar a flauta. O monstro resultanteda transformação tem Força 2, Habilidade 3, Resistência 2, Armadura 3, Poder de Fogo 0, 10 Pontos de Vida, 10 Pontos de Magia, Monstruoso e Inculto. Ele pode fazer dois ataques por turno.

Fui dormir galera, até!
Fellipe "Arcano" Soares

Leitores

 

Teste!. Copyright 2009 Todos os Direitos Reservados -Tema Revolution Two Church- Créditos à Brian Gardner - Covertido para Blogger Template por Bloganol
BOM É JOGAR RPG!